Movimentos no ranking olímpico após a prova de Yokohama

O primeiro teste do World Triathlon Series (WTCS) em Yokohama, onde venceram Morgan Pearson y Leonie Perault, trouxe mudanças importantes no ranking olímpico, cruciais nesta fase final de qualificação para o Jogos Olímpicos de Paris

Categoria masculina

 O australiano Lucas willian, após a medalha de bronze em Yokohama, subiu dezessete posições para a 24ª colocação, garantindo sua participação em Paris.

Seu compatriota Matthew hauser, medalhista de prata, também está entre os 30 primeiros, deixando a Austrália a um atleta de qualificar um terceiro representante masculino. Brandon Copeland, atualmente na 42ª colocação, pode ser fundamental no próximo teste em Cagliari.

Morgan Pearson, vencedor em Yokohama, teve a maior subida no ranking masculino, subindo vinte e cinco posições, para 25. Os Estados Unidos, tal como a Austrália, têm dois homens qualificados (Pearson y Mateus McElroy) e necessidades Cavaleiro seth (46º lugar) entre entre os 30 primeiros para garantir um terceiro representante.

Outras promoções notáveis ​​foram as da canadense pacote de charles, que subiu dezessete posições para 32º, e o belga Martin Van Riel, que subiu treze posições para 34º, mostrando que ainda há oportunidades no Cagliari.

Classificação olímpica masculina

Categoria feminina

A espanhola Anna godoy Contreras Ela conquistou o sexto lugar em Yokohama, o melhor de sua carreira, o que a fez subir 14 posições no ranking olímpico, ficando agora na 36ª colocação.

As suas ações abrem novas possibilidades para Espanha, que já tem Miriam Casillas Garcia já classificado Noelia Juan em 34º lugar Se ambos subirem ao top 30, poderão acompanhar Casillas em Paris.

Leonie Perault, vencedora em Yokohama, subiu oito posições, ficando em 17º, praticamente garantindo o seu lugar na seleção francesa. O americano taylor knibb Também subiu cinco posições e agora está na sexta colocação.

Flora Duffy (Bermudas) e jennyfer arnold (Brasil) também melhorou sua posição no ranking, mas seus países têm apenas duas mulheres no top 60, portanto suas promoções não afetarão a luta por um terceiro representante olímpico.

Classificação olímpica feminina

A luta pela qualificação continua em Cagliari

A prova do WTCS Cagliari será decisiva para muitos atletas que procuram garantir a sua participação nos Jogos Olímpicos de Paris.

A luta pelos 30 primeiros colocados no ranking masculino e feminino se intensificará e países como Espanha, Austrália e Estados Unidos buscarão garantir um terceiro representante na competição olímpica.

Não há resultados anteriores.

Publicações Relacionadas

Botão Voltar ao topo