WADA publica sua Lista de Substâncias e Métodos Proibidos de 2024 

A Agência Mundial Antidopagem (WADA) publicou sua atualização anual do Lista de substâncias e métodos proibidos, que entrará em vigor em 1º de janeiro de 2024.  

Esta lista, crucial para o mundo do desporto e em particular para o triatlo, estabelece as substâncias e práticas que os atletas devem evitar para manter a integridade e a justiça na competição. 

Confira a lista completa

Principais atualizações da lista de 2024 

A lista de 2024 traz consigo mudanças e acréscimos importantes. 

Entre eles, a inclusão de novos agentes anabólicos como trestolona y Dimetandrolona, expandindo assim a categoria de análogos da nandrolona. 

Além disso, foram feitos ajustes na seção de hormônios peptídicos e fatores de crescimento, acrescentando substâncias como Kisspeptina e seus análogos agonistas, que estimulam a secreção de GnRH e, portanto, a produção de testosterona. 

Na área de estimulantes, foi adicionado 2-fenilpropan-1-amina (BMPEA), substância comumente presente em suplementos alimentares, e a lista de entorpecentes proibidos em competição foi atualizada, passando a incluir tramadol.  

Esta última adição responde a estudos que confirmam o potencial do tramadol para melhorar o desempenho físico, o que levou à sua proibição de competição a partir de 2024. 

Lista de atualizações

categoria Subcategoria Atualizações e adições
S0. Substâncias não aprovadas – Inclusão de 2,4-Dinitrofenol (DNP) e ativadores de troponina (por exemplo, Reldesemtiv e Tirasemtiv).
S1. Agentes Anabólicos – Adição de Trestolona, ​​dimetandrolona e 11ß-metil-19 nortestosterona como exemplos de análogos da nandrolona.
S2. Hormônios peptídicos, fatores de crescimento, substâncias e imitadores relacionados S2.2.1 – Redefinição de “peptídeos estimuladores de testosterona em homens”, incluindo buserelina, deslorelina, goserelina, histrelina, leuprorelina, nafarelina e triptorelina.
S2.2.2 – Adição de Tetracosactida (ACTH 1-24).
S2.2.4 – Inclusão de Capromorelina e ibutamoren (MK-677) como secretagogos do hormônio do crescimento.
S2.3 – Adicionado nome INN para o hormônio IGF-1 recombinante humano, mecasermina.
S4. Moduladores Hormonais e Metabólicos S4.4.1 – Atualização para incluir agonistas Rev-Erb-ɑ, adicionando SR9011 e realocando SR9009.
S5. Diuréticos e Agentes Mascaradores – Mudanças editoriais para melhorar a clareza. Adição de Conivaptan e mozavaptan como exemplos de medicamentos vaptan.
S6 Estimulantes – Adição de 2-fenilpropan-1-amina (BMPEA) e Tramazolina.
S7. narcóticos – Proibição do Tramadol em competição a partir de 1º de janeiro de 2024.
M1. Manuseio de Sangue e Componentes Sanguíneos – A doação de plasma ou componentes de plasma por plasmaférese não é mais proibida quando realizada em centro de coleta cadastrado.
S9. Glicocorticóides – Salmeterol e vilanterol retirados da lista. Adição de Tapentadol e dihidrocodeína para monitorar padrões de uso em competição. Adição da semaglutida análoga ao GLP-1 para examinar a prevalência e o padrão de uso no esporte.

Verifique tudo modificações 

Implicações para triatletas 

Estas atualizações têm impacto direto na preparação e participação dos triatletas nas competições.  

É essencial que atletas, treinadores e pessoal médico estejam cientes destas mudanças para evitar potenciais violações das regras antidoping.  

Não há resultados anteriores.

Publicações Relacionadas

Botão Voltar ao topo
Alterar as configurações de privacidade