Roadsurfista
Clube La Santa Vuelta ciclismo Lanzarote 2024
Óculos de natação Zoggs

Fernando Alonso, agora IRONMAN

Um único esporte não basta para Fernando Alonso. A sua voracidade não se limita aos circuitos e o exercício físico é outra das suas paixões. Na Fórmula 1 ele atua como profissional, mas há outras modalidades esportivas que o levam de cabeça para baixo: o ciclismo, a corrida e quase tudo que pode ser feito ao ar livre. O piloto encontrou uma maneira de misturar todas as suas paixões com seu eterno oposto: o relógio. Ele pretende competir em 2013 em um Ironman, a versão selvagem do triatlo. A saber: 3,8 quilômetros de natação, 180 de bicicleta e 42 de corrida em menos de dez horas. Ele não é o primeiro atleta asturiano, vencedor em outra modalidade esportiva, que se apaixona pelo charme do triatlo. O ex-jogador de futebol Luis Enrique concluiu as de Frankfurt e Nice.

 

 

 

Ao reconhecer as asas da Ferrari e discutir a supremacia da Red Bull na pista, ele se preparou completamente para seu objetivo oculto. Em casa, nas Astúrias, sempre realizou um programa físico desenhado por Fabrizio Borra e Edoardo Bendinelli, os treinadores italianos que mimam e trabalham até ao último músculo. Alonso aproveitou os fins de semana de corrida para continuar com seu plano. Em Abu Dhabi, ele deu quatro voltas na pista de Yas Marina, completando 22 quilômetros a pé. Em Singapura deu um bom relato da imponente piscina do hotel Ritz onde se alojou para melhorar o seu traçado e em todos os circuitos manteve um certo tônus ​​muscular com a sua bicicleta Colnago.
 
Seu nível físico corresponde ao de uma pessoa talentosa. “Aos 31 anos, ele está mais magro e mais forte do que nunca”, dizem seus conselheiros. Como todos os atletas, ele perdeu a capacidade de explosão em troca de ganhar resistência. Seu músculo grosso está agora mais longo. O treinamento marca sua vida. Seu desafio depende inteiramente da Ferrari e do programa de ação automobilística de 2013. Ele ainda não tem uma agenda oficial e, portanto, não há data para o assalto do Ironman. A princípio considerou o de Nice (23 de junho), mas não parece viável, já que apenas quatro dias depois ele teria que se apresentar na Inglaterra para a corrida de F-1 em Silverstone.
 
Já deu os passos para contactar Javier Gómez Noya, o triatleta galego que conquistou a medalha de prata nos Jogos de Londres, a quem quer consultar os segredos desta modalidade. O primeiro Ironman da temporada será disputado na África do Sul no dia 20 de janeiro, embora seja improvável que ele consiga chegar até essa data. Então seria quase impossível encontrar um triatlo com essas características até o verão, o que não interfere no seu calendário da Fórmula 1. Bolton (Inglaterra), Wiesbaden (Alemanha) e Kalmar (Suécia) seriam outras alternativas.
 
Marcel Zamora, um triatleta espanhol que já venceu o Nice Ironman cinco vezes, instrui o asturiano: «O mais importante é que a preparação não te afaste da família, que não te ofusque e sonha com a felicidade ao cruzar a linha de chegada. Tudo o que você sente depois (músculos contraídos, microrragias, desidratação ...) é só dor ».

Texto fonte: www.elcomercio.es

Fonte da foto: Hidalgosport

Não há resultados anteriores.

Publicações Relacionadas

Botão Voltar ao topo