15 exercícios para melhorar sua técnica de corrida

A técnica de corrida melhora a força, melhora a mobilidade das articulações, melhora a eficiência e eficácia da corrida

Nosso parceiro em nutrição esportiva Resistência da vitória desenvolveu algumas dicas para melhorar nossa técnica de corrida

É um esforço físico que pode influenciar diretamente o desempenho, pois, além de melhorar a técnica de corrida (seu principal objetivo), indiretamente, oferece quatro outros benefícios: melhora a força nos tornozelos e pernas; melhora a mobilidade articular pé e tornozelo; melhora a eficiência e eficácia da carreira, o que significa maior desempenho com o mesmo esforço; y reduz significativamente o risco de lesões (Tendão de Aquiles, periostite, fascite plantar e é mais resistente a entorses). Dentro da técnica de corrida eu incluo Multi-saltos e exercícios de tornozelo.

Os exercícios que descrevi abaixo devem ser feitos em solo plano e macio, de preferência grama, embora possa ser sujeira. O piso deve ser o mais liso possível. A distância pode variar de 30 a 40 metros.

  1. Ponta dos pés. Para a frente, para dentro e para fora.
    Em passos muito curtos, ande na ponta dos pés, maximizando os calcanhares. São feitas três variações: a primeira com os dedos voltados para a frente, a segunda com os dedos voltados para fora e a terceira com os dedos voltados para dentro.
  2. Andando sobre calcanhares. Para a frente, para dentro e para fora.
    Em passos muito curtos, ande sobre os calcanhares, maximizando as pontas dos pés. São feitas três variações: a primeira com os dedos voltados para a frente, a segunda com os dedos voltados para fora e a terceira com os dedos voltados para dentro.
  3. Raça lateral.
    Braços para frente e para trás ao mesmo tempo, coordenados a cada salto. Saltos laterais, tocando os tornozelos no ponto mais alto.
  4. Passo curto levantando um joelho, depois mude.
    Coordenar bem com o movimento dos braços, trazendo o cotovelo para trás o máximo possível. Cada metade do percurso é feita levantando uma única perna.
  5. Saltos curtos, corra para frente, dificilmente flexionando o joelho.
    Impulsione apenas com o tornozelo, puxando mais alto que para a frente.
  6. O mesmo elevando um joelho alternadamente a cada passada.
    É um jogo de tornozelo que é realizado como se fosse uma dança.
  7. Ignorando normal. Puxando os braços, com os cotovelos flexionados.
    Corra levantando muito os joelhos, com muita frequência e com pouco progresso.
  8. Pulando por trás.
    Incline um pouco o tronco para a frente e corra com os calcanhares tocando os glúteos.
  9. Avançando.
    Idêntico a 7, mas trazendo os pés para a frente.
  10. Ignorando o meio, puxando os braços duros.
    Corra levantando os joelhos (para o 60º), muitas vezes com os braços e com pouco progresso.
  11. Toe running puxando os braços.
    Correndo na ponta dos pés quase sem dobrar os joelhos, trazendo os pés para frente e puxando muito os braços para trás.
  12. Saltos triplos.
    Saltos contínuos com largura máxima da passada.
  13. Drives.
    Eu pulo passo, com a mesma perna, meio troco. Ele se sustenta com uma perna e se dirige com a outra.
  14. Saltos de sapo.
  15. Salta para os pés juntos, com amplitude máxima.

Publicações Relacionadas

Botão Voltar ao topo