Óculos de natação Zoggs
Roadsurfista
Clube La Santa Vuelta ciclismo Lanzarote 2024

Virginia Berasategui "Vou me demitir do circuito Ironman do Havaí"

As honras de Virgínia Berasategui (Bilbao, 1975) é quase infinito. A triatleta espanhola enfrenta, aos 37 anos, sua 23ª temporada na elite, no jornal Marca.com fizeram uma entrevista explicando sua mudança de objetivos para esta temporada.

 

 

"Vou desistir do circuito Hawaii Ironman. Fui 'Top 10' quatro vezes e acho que já fiz tudo o que tinha que fazer. Eu gosto de longa distância, mas agora é verdade que tenho outros grandes projetos em mente.

 

Eu tenho várias propostas pessoais que Eu quero combinar com o mundo e os europeus. Atualmente, com o novo regulamento, o Ironman mudou sua filosofia. É uma marca que o que eles querem fazer é um circuito conjunto no qual eles têm atletas viajando apenas para os testes e enlouquecendo. Além disso, no final, você não sabe até o último momento se está indo ou não.

 

Gosto de pensar no objetivo, mas sempre gostando da jornada. E desta forma, não é possível. É por isso que prefiro escolher outras formas. Não quero que me digam para onde devo ir"diz Berasategui.

 

A de Bilbao, que chegou ao triatlo depois de emergir de uma idade muito jovem no atletismo e na natação, quer devolver toda a confiança de seus colaboradores que estão possibilitando sua carreira. "No final, cada um procura o seu. Venho dando tudo pelo triatlo há 22 anos. Durante esses últimos tempos, tenho patrocinadores da minha terra e quero recorrer à ajuda que tenho aqui. Quero apoiá-los, como imagem de marca ou qualquer outra coisa ", diz o basco sobre algumas empresas como Spiuk, Prefeitura de Bilbao ou Euskaltel." É por isso que quero mais do que nunca correr o triatlo de Bilbau e aproveitar com meu pessoal e minha casa".

 

Apaixonado pelas encostas

Berasategui nunca se cansa de correr. Nem nadar ou remar. A marcha está indo. Quanto mais difícil, melhor. "Eu amo as pistas. Gosto quando a estrada pica. Testes com esse tipo de tour estão nos quais eu quero participar. Não quero mais me moldar tanto aos outros e pretendo executar o que quiser. A parte mais difícil é não chegar lá. Fiz isso aos 16 anos e ainda tenho 37 anos. Mereço escolher onde quero estar."diz o triatleta, que se orgulha de estar no mais alto nível há tantos anos.

 

Virginia, que gostaria de começar uma família em um futuro próximo, acha que seu esporte está assumindo uma dimensão impressionante. "É uma disciplina barata e que combina várias coisas. Agora também há febre pelos incríveis Ironmans. Cada vez mais praticamos. Não é mais como antes, que éramos quatro gatos"Ela se congratula. Enquanto isso, continua treinando diariamente. Aproveitando o sofrimento. Compreendendo cada hora de treinamento. Seus objetivos mudarão um pouco neste 2013, mas sua idéia principal permanecerá a mesma: honrar o triatlo e fazê-lo cercado por os seus.

 

Fonte: Marca.com

Não há resultados anteriores.

Publicações Relacionadas

Botão Voltar ao topo